Esquizofrenia virtual


Um pouco de meus pensamentos que se transforma num transtorno psíquico manifestado apenas aqui.

Source: tresvariado

so-nacionais:

De Janeiro a Janeiro (part. Nando Reis) - Roberta Campos

Facebook [x]

Twitter [x]


Instagram [x]

so-nacionais:

De Janeiro a Janeiro (part. Nando Reis) - Roberta Campos

  • Facebook [x]
  • Twitter [x]

  • Instagram [x]

Source: weheartit.com

Source: sapatonismo

A mentira não tem destino.
Elisa Bartlett   (via oxigenio-dapalavra)
Quero percorrer com
minha língua
Cada curva do teu corpo
Quero saciar minha sede
Na tua boca
Quero te agarrar
Pela cintura
E tirar toda a sua roupa
Quero escrever
no teu corpo
Com as pontas dos dedos
Um poema
Quero que seja o meu poema
O meu poema predileto
Quero te ler e reler
Em cada verso.
— Quero te fazer poema, Nessa Cross. (via oxigenio-dapalavra)

Source: bau-das-palavras

O universo
é um verso
ao inverso

Amor com Vinho

Source: amor-com-vinho

As vezes é no silêncio, na pausa, no vazio, que descobrimos a nossa verdadeira essência ou pelo ou menos temos a chance de nos ver pelo outro lado.
Elisa Bartlett. (via oxigenio-dapalavra)
De uns tempos pra cá, tenho acordado no susto. Sempre com a estranha sensação de estar atrasado para um compromisso que não existe. Sempre com aquela angústia desnecessária de estar devendo ao mundo um poema que nunca será escrito. Olho na agenda, nada marcado. Coloco meus óculos e confirmo nitidamente que não tenho realmente nada agendado para os próximos dias, quiçá meses. Devo estar atrasado comigo, com o meu passado. Alguma saudade que eu deixei para trás está cobrando minha companhia, como se fosse um chope ou uma dúzia de bolinhos de bacalhau que eu deixei em alguma conta pendurada no balcão do meu bar predileto.
— Eu me chamo Antônio. (via desvaneceram)

Source: deprimentes

ela

ela sabe andar por aqui
ela é amiga do caminho
ela cansou de se perder
ela nem se encontra mais

ela deixa os pés voarem
ela vive do acaso
ela vê brisa passar
ela não vê o que é errado

ela sorri quando quer
ela é simples mutante
ela na primavera fria
é coração flamejante

Source: caosazul